Desde o momento da sua conceção por engenheiros e designers até à própria condução do veículo, um dos aspetos prioritários no que respeita aos carros é a segurança.

São máquinas extremamente úteis em nossa sociedade atual mas são também um dos principais causadores de mortes não relacionadas com a saúde em muitos países pelo mundo.

Cada vez mais existem regulamentações sobre os componentes de segurança dos veículos mas deve considerar-se o fator humano, ou seja, quem conduz o veículo.

É, por isso, muito importante comprar e conduzir um veículo que ofereça todas as condições de segurança mas também obedecer às leis de trânsito para assegurar uma condução segura.

Componentes de segurança

Para além de uma boa montagem por um fabricante de ótima reputação, é importante que todos os carros possuam os seguintes componentes de segurança:

  • Cinto de segurança: em caso de acidente mantém o condutor e passageiros no interior do veículo com o mínimo de impactos;
  • Air Bags: protegem a cabeça em caso de impacto frontal ou de traseira;
  • Proteção para a cabeça no topo dos bancos: proteção em caso de impacto violento;
  • Sistema de freios ABS: impede o bloqueio das rodas;
  • Controlo de Tração: para melhor controlar o carro.

Existem outros componentes que acrescentam segurança, mas esses são os essenciais que deve procurar num carro.

O fator mais importante é sempre o fator humano

Mas, por fim, toda a segurança mecânica e eletrônica não chega se o fator humano não minimizar também a ocorrência de acidentes.

É essencial que o condutor respeite as leis de trânsito e os outros motoristas e pedestres. Isso inclui a abstinência de ingestão de bebidas alcoólicas, um dos grandes causadores de mortes nas estradas brasileiras e também pelo mundo inteiro.

Mantenha-se, assim, informado sobre as leis de trânsito e cumpra as mesmas em todas as ocasiões.